trauma competitivo ou competição da dor: estamos vivendo uma competição de quem sofre mais?

é como chamamos aquela disputinha básica pra ver quem peleja mais nessa novela chamada vida.

-- Bati o dedinho na quina hoje -- E eu que pisei no cocô  enquanto matava uma barata? -- Mas isso não é pior que ter tomado banho frio no escuro e levando choques pelos últimos cinco meses, né?

e se a gente pensar que os acontecimentos infelizes da vida de alguém podem se tornar uma espécie de moeda de troca pela atenção, empatia e compaixão de quem está ouvindo?

aí dá pra pensar em porque às vezes até disputamos com esse outro o lugar de quem já foi mais ferido ou está passando pelo pior momento.

talvez, no fundo, no fundo, a maior competição é pra ver quem recebe mais atenção e tem a experiência de vida mais validada, mesmo que essa validação venha pela via do sofrimento.