você tá cansada de se sentir cansada? a gente também.

se, antes da pandemia de coronavírus, as telas faziam parte da nossa vida, hoje elas são onde a nossa  vida acontece:  trabalho, vida social, educação, meditação, atividade física… a lista é imensa!

se fomos feitos para passar mais de 12 horas olhando um dispositivo digital?

a fadiga do zoom já bateu com força: quem aguenta olhar pra própria cara por tanto tempo?

e, falando em tempo, até quando as pessoas vão dizer que todas temos as mesmas horas do dia que a Beyoncé? parabéns, rainha, mas nós estamos cansadas. ou melhor,

chegou a hora, sim, de valorizar e, quem sabe, glamurizar o descanso. e talvez também tenha chegado o momento de entender

pela urgência constante das comunicações online.

se ninguém ligaria para o telefone fixo de alguém às 23h de uma segunda para falar de algo banal do trabalho, por que estamos mandando mensagens de WhatsApp?

na era do imediatismo, estar online o tempo inteiro - e acreditar que temos que estar online o tempo inteiro - é só mais uma camada de cansaço que vem sendo colocada sobre

bora falar sobre isso? trabalhar é importante, mas descansar, curtir os amigos, a família,

e, falando nisso, redes sociais são legais e tals, mas quem aguenta ficar tanto tempo lá dentro? a sua sanidade mental vale mais que um Stories engraçadinho.