calma, não é isso que você tá pensando, FODA é uma sigla para fear of dating again ou medo de voltar a ter encontros, em bom português. por aqui definimos como aquele frio na barriga de descer pro play na vida real depois de ter ficado por tempo demais só nos aplicativos e no flerte online.

pera, agora é hora de voltar duas casas, ou melhor, avançar duas casas: medo mesmo a gente deveria ter é das DST’s. explico: os especialistas preveem que as doenças sexualmente transmissíveis estourem depois do chamado summer of love, ou verão do tesão, como eu gosto de chamar, aquele em que acharemos que por estarmos imunes ao covid, estaremos imunes a tudo. previsão dada, vamos de recado: por favor se cuidem e usem camisinha. mesmo.

passado o verão e também a virada, não podemos nos esquecer que 2022 é ano de eleição. e antes que você ache que eu vá militar (e talvez eu vá mesmo, rs) já adiantamos que queremos é falar sobre o advodating, a mistura de advocate + date, isto é: se antes política e futebol não se discutiam, agora é por onde a conversa começa. você compactua com o atual desgoverno? paramos com o flerte por aqui, simples assim.

outros pontos complexos são os efeitos do que herdaremos dessa loucura toda: a ansiedade que se acentuou nos últimos meses provavelmente vai reverberar nos relacionamentos pós-covid e o overthink, aquele vortex de pensamentos obsessivos e ansiosos que já era grande, talvez fique ainda maior. seria isso possível? deus nos ajude, deus no comando & fé nas maluca.

No que tá
rolando agora…

E no que nem
chegou ainda…

na conta da bagagem pandêmica entra também o desencontro entre o grupo de pessoas que ficou xonadinho no slow love e o grupo de pessoas que tá louco pra viver e beijar e transar como se não houvesse amanhã assim que isso for possível. central obvious de relações prevê muitos corações partidos pela frente, viu?

Não que a gente seja futurologista, expert em pesquisa ou coisa assim, mas acionamos a nossa comunidade pra checar a veracidade dessa hipótese e tentar sentir um gostinho do que vem por aí e os dados confirmam que tá rolando um 8 ou 80 brabo, se liga:

outra coisa que estamos dando a letra desde já é sobre a mudança na bio de muita gente nos aplicativos de paqueras. isso porque 69,2% dos usuários de apps disseram que querem que as pessoas confirmem em seus perfis que já foram vacinadas

pra você não falar que não falamos de coisa boa, encerramos com algo que não é previsão, mas pode dar aquele glow de esperança que estamos todas precisando: após a gripe espanhola, Rio teve o maior carnaval de todos os tempos, afirma uma matéria da folha. podemos ouvir um amém?