OBVIOUS

Na dúvida, alongue!


mensagem final dos artigos da Obvious

Alongar o corpo ajuda a liberar a tensão da musculatura, melhora a circulação sanguínea e ainda previne lesões. 

Vamos ser sinceras um minutinho? Fala a verdade: quando foi a última vez que você se alongou mesmo? E não vale chamar de alongamento aquela espreguiçada gostosa depois de acordar ou ao final de um dia cansativo de trabalho. Estamos falando de alongamento de verdade, do tipo tentar alcançar a ponta dos pés com as mãos, combinar os movimentos com a respiração e trabalhar o alongamento de toda a sua musculatura. 

   

É, a gente entende que alongamento não parece um exercício, mas um aquecimento para a prática da atividade física. Por exemplo, alongar antes de correr ou de fazer uma aula de dança é importante para evitar se exercitar com o corpo frio – o que aumenta as chances de uma lesão. 

Mas não pense que alongar não é um baita (e importante) exercício físico! Atentar-se ao alongamento é tão importante que sentimos de começar um movimento chamando: na dúvida, alongue. Se você não conseguir se exercitar durante a semana, ou mesmo que tenha uma rotina super bem montada, vale a pena investir em alguns minutos de alongamento em algum momento do dia.

 

O que é alongamento? 

 

Para quem ainda tem na mente que se espreguiçar é alongar, aí vai uma explicação simples: “O alongamento é uma prática composta de exercícios físicos que atuam na manutenção ou desenvolvimento da flexibilidade do corpo”, diz a educadora física Vanessa Furstenberger. “O alongamento tem como principal objetivo melhorar a elasticidade da musculatura e a flexibilidade articular com o passar do tempo.”

E por mais delicioso que seja você sentir os músculos alongando e perceber o aumento da capacidade elástica do corpo, vale um aviso: alongar não é recomendando sempre, e nem é para todo mundo. Fique atento a essas contra-indicações levantadas pela educadora:

  • Em treino de força, evite alongar logo antes ou logo após. O ideal é fazê-lo em algum outro momento do dia;
  • Em caso de dor ou estiramento muscular;
  • Em caso de lesão de tendões ou ligamentos ou ainda no caso de micro-ruptura muscular;
  • Quando a musculatura está muito encurtada (e o alongamento, nesse caso, pode causar lesões). 

Pronto, agora que passamos a fase de compreender o que é alongamento e quando evitá-lo, seguimos para o segundo ponto mais importante: como fazê-lo da melhor maneira possível.

“A sequência de alongamento deve obedecer uma ordem para que não se negligencie nenhum músculo importante de ser alongado”, diz Vanessa. “No meu caso, gosto de iniciar pelos membros inferiores, depois tronco, depois membros superiores, finalizando com a musculatura do pescoço – mas pode ser ao contrário também, no sentido céfalo-caudal”.  

Quem anda com dificuldade de estabelecer uma rotina de chapadinha de endorfina talvez também sinta que não vai conseguir colocar mais o alongamento todos os dias na rotina. Mas, calma, a dica de Vanessa é bem prática: escolher um horário pré-determinado para que ele aconteça – vale até colocar um alarme no celular – e o ideal é separar entre 15 e 20 minutos para o alongamento. Ah, um detalhe: logo depois de acordar a musculatura está mais contraída, por isso, os exercícios devem mais tranquilos e menos vigorosos, ok? 

Bom, vamos falar de coisa boa? Já cobrimos os principais tópicos a respeito do assunto, mas é legal lembrarmos também do porquê o alongamento é tão importante. 

  1. Melhora a postura, reduzindo a tensão muscular e evitando dores causadas pela má-postura;
  2. Melhora a flexibilidade, o que resulta em um desempenho melhor nas atividades diárias e físicas. Para os atletas, melhora o desempenho e a performance muscular, trazendo melhores resultados;
  3. Melhora a amplitude dos movimentos, tornado-os mais livres e longos;
  4. Melhora a circulação sanguínea, já que músculos encurtados têm um pior fluxo de sangue.
  5. Melhora a qualidade de vida;
  6. Traz uma sensação de bem-estar (olha ela aí, a endorfina!);
  7. Diminui o estresse e melhora o sono, já que ajuda no relax
  8. amento e reduz a tensão muscular;
  9. Previne lesões.

Deu para perceber que a saúde do corpo não depende só de uma alimentação bacana, segundo as suas necessidades, e uma rotina de chapadinhas, mas alongamentos constantes, certo? Em resumo, o que você precisa levar de tudo isso é: na dúvida, alongue! 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *