Estudo Obvious & Inner Circle - Obvious


quer dizer, não tava dando pras solteiras, porque as casadas viraram o jogo e finalmente puderam bater no peito e dizer:


   FORA TUDO ISSO…   

ainda teve gente marcando um primeiro date ~casual no mercado, único lugar aberto e permitido de ir, teve quem apostou no corona-zone, o primo-irmão do friend-zone só que agora apoiado em razões pandêmicas


Fonte: Estudo Amor, Paixão, Tesão e Tensão em Tempos de Pandemia: Uma Retrospectiva, Uma Visão do Futuro – Obvious Agency & Inner Circle Brasil 2021

mas essa não foi a realidade geral da nação não, viu?

já que frente a uma angústia pesadona, muita gente viu a libido chegar a níveis baixíssimos nunca antes atingidos.

pois é, vivemos uma verdadeira montanha-russa que abraçou não só as emoções, como também o tesão, que foi do zero ao cume máximo da vontade de transar daquelas que ficaram sem sexo por alguns muitos meses. tesão acumulado que chama? sim, é isso mesmo.


bom, o fato é que junto com esses muitos meses chegou também a “solidão, né minha filha?”e com ela a temida – e talvez inevitável…

a grande responsável pelas inúmeras mensagens enviadas a ex-contatinhos, ex-namoradas, ex-quaisquer pessoas desde que a pessoa em questão fosse capaz de aplacar o fogo no rabo que o tesão nas alturas proporcionou ou que, ao menos, conseguisse suprir a demanda por conforto emocional, que, vamos combinar, esteve altíssima.

Fonte: Estudo Amor, Paixão, Tesão e Tensão em Tempos de Pandemia: Uma Retrospectiva, Uma Visão do Futuro – Obvious Agency & Inner Circle Brasil 2021.

e parece que os teóricos explicam o movimento, viu?

já pra aquelas que conseguiram segurar o tchan e outras cositas más, a saída foi aliviar a tensão se arriscando em algo muito melhor do que pão caseiro ou o famigerado banana bread: sim, estamos falando dele, o vibrador.

com vidas sexuais cada vez mais digitais – digitais mesmo, inventaram até um nome pra suruba virtual, a zoomruba – não foi de se estranhar que muita gente tenha apostado em um parceiro eletrônico para chamar de seu: a venda dos vibradores aumentou 50% em abril do ano passado e ao longo de 2020 mais de um milhão de peças foram vendidas. nossa, graças à deusa, espero que estejam todas bem & felizes & com a serotonina lá no alto por conta disso!

continuando, te conto agora outra coisa que também aumentou durante a pandemia

o número de pessoas apostando no sexting, aquela troca de mensagens gostosa e beeeeem caliente.


 

pois é, minha irmã, apesar de muita gente ter dito que a pandemia atrasou sua vida amorosa, parece que o cenário não estava tão crítico assim. inclusive, teve muuuita gente que se deu foi bem, vide os turborelationships



não sabe do que eu tô falando? é aquela história dos relacionamentos à jato, tipo conheci pelo app, fiquei trocando mensagem, rapidinho me apaixonei e já logo chamei pra quarentenar junto. é, exige coragem. mas se ninguém irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração, imagina nas coisas feitas pela ppk, não é mesmo?

pois é, minha irmã, apesar de 54% dos jovens *no mundo* ter dito que a pandemia atrasou sua vida amorosa, parece que o cenário não estava tão crítico assim. inclusive, teve muuuita gente que se deu foi bem, vide os turborelationships

não sabe do que eu tô falando? é aquela história dos relacionamentos à jato, tipo conheci pelo app, fiquei trocando mensagem, rapidinho me apaixonei e já logo chamei pra quarentenar junto. é, exige coragem. mas se ninguém irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração, imagina nas coisas feitas pela ppk, não é mesmo?

bom, está claro que a forma como flertamos, nos relacionamos e até transamos não passou imune ao cenário pandêmico, né? e por falar em imune, bora entender agora quais as previsões para o universo dos relacionamentos assim que estivermos todas devidamente vacinadas?

calma, não é isso que você tá pensando, FODA é uma sigla para fear of dating again ou medo de voltar a ter encontros, em bom português. por aqui definimos como aquele frio na barriga de descer pro play na vida real depois de ter ficado por tempo demais só nos aplicativos e no flerte online.

pera, agora é hora de voltar duas casas, ou melhor, avançar duas casas: medo mesmo a gente deveria ter é das IST’s. explico: os especialistas preveem que as infecções sexualmente transmissíveis estourem depois do chamado summer of love, ou verão do tesão, aquele em que algumas pessoas acharão que por estarem imunes ao covid, estarão imunes a tudo. previsão dada, vamos de recado: por favor se cuidem e usem camisinha. mesmo.

passado o verão e também a virada, não podemos nos esquecer que 2022 é ano de eleição. e antes que você ache que eu vá militar (e talvez eu vá mesmo, rs) já adiantamos que queremos é falar sobre o advodating, a mistura de advocate + date, isto é: se antes política e futebol não se discutiam, agora é por onde a conversa começa. você compactua com o atual desgoverno? paramos com o flerte por aqui, simples assim.

outros pontos complexos são os efeitos do que herdaremos dessa loucura toda: a ansiedade que se acentuou nos últimos meses provavelmente vai reverberar nos relacionamentos pós-covid e o overthink, aquele vortex de pensamentos obsessivos e ansiosos que já era grande, talvez fique ainda maior. seria isso possível? deus nos ajude, deus no comando & fé nas maluca.

No que tá rolando agora…

E no que nem chegou ainda…

Fonte: Estudo Amor, Paixão, Tesão e Tensão em Tempos de Pandemia: Uma Retrospectiva, Uma Visão do Futuro – Obvious Agency & Inner Circle Brasil 2021

na conta da bagagem pandêmica entra também o desencontro entre o grupo de pessoas que ficou xonadinho no slow love e o grupo de pessoas que tá louco pra viver e beijar e transar como se não houvesse amanhã assim que isso for possível. central obvious de relações prevê muitos corações partidos pela frente, viu?

Não que a gente seja futurologista, expert em pesquisa ou coisa assim, mas acionamos a nossa comunidade pra checar a veracidade dessa hipótese e tentar sentir um gostinho do que vem por aí e os dados confirmam que tá rolando um 8 ou 80 brabo, se liga:

outra coisa que estamos dando a letra desde já é sobre a mudança na bio de muita gente nos aplicativos de paqueras [alô Inner Circle, lá no app você já consegue dar esse check] . isso porque 69,2% dos usuários de apps disseram que querem que as pessoas confirmem em seus perfis que já foram vacinadas

Fonte: UOL

pra você não falar que não falamos de coisa boa, encerramos com algo que não é previsão, mas pode dar aquele glow de esperança que estamos todas precisando: após a gripe espanhola, Rio teve o maior carnaval de todos os tempos, afirma uma matéria da Folha. podemos ouvir um amém?